REALIZAÇÃO:

APOIO:

Ensino a distância

Aulas gravadas

Inclui certificado

BRASIL E EUA

Os Estados Unidos são a maior economia e a nação mais poderosa e influente do mundo. Uma potência hegemônica complexa, com laços históricos profundos com o Brasil. O Brasil, senhor de enormes riquezas naturais e humanas, é elemento geoestratégico central para a definição de caminhos na América do Sul e ostenta uma vocação dormente de grande player mundial.

A história das relações Brasil-EUA é pendular, oscila entre a submissão e a fratura. Uma submissão cega que, em determinados momentos, pretere os interesses brasileiros. E uma fratura que, diante da nossa incapacidade de proteger a nossa própria soberania, nos impede de obter o melhor no trato com uma nação amiga.

Em qualquer hipótese, o destino desses dois gigantes está e estará, ao que parece, ainda por muito tempo, umbilicalmente ligado.

Conhecer a memória dessas relações e, a partir dela, projetar o futuro, é essencial para planejar a nossa atuação estratégica como país, mas também essencial para as nossas empresas, na concepção de seu desenvolvimento, assim como para os nossos cidadãos, de modo a habilitá-los a escolher representantes capazes de fazer o melhor para o Brasil.

COORDENADORES CIENTÍFICOS E PROFESSORES

Walfrido Warde

Walfrido Warde

Coordenador e Supervisor científico

afael Valim

Rafael Valim

Coordenador e Supervisor científico

Delfim Netto

Antonio Delfim Netto

Professor

Aldo Rebelo

Aldo Rebelo

Professor

Alessandro Octaviani

Alessandro Octaviani

Professor

Demetrio

Demétrio Magnoli

Professor

Elaini Cristina

Elaini Cristina

Professora

Fernanda

Fernanda Magnotta

Professora

Heloisa Villela

Heloisa Villela

Professora

José Dirceu

José Dirceu

Professor

Jamil chade

Jamil Chade

Professor

Jesse Souza

Jessé Souza

Professor

Nelson Jobim

Nelson Jobim

Professor

Mark Weisbrot

Mark Weisbrot

Professor

Suhayla Khalil

Suhayla Khalil

Professora

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Professor

Valdir Simão

Valdir Simão

Professor

Conheça a Programação

  • Aula
    SOBRE O CONTEÚDO
    Professor

    Aula 1

    A história das relações Brasil - EUA é um blockbuster: paixão, traição, desprezo, subjugo e rebeldia

    Demétrio Magnóli

    Aula 2

    Getúlio de Roosevelt a Truman

    Suhayla Khalil

    Aula 3

    Brasil e EUA e a defesa do Brasil

    Aldo Rebelo

    Aula 4

    A Operação Condor e a morte de JK

    Alessandro Octaviani

    Aula 5

    Desenvolvimentismo, intervenção econômica e ruptura com o militarismo

    Antonio Delfim Netto

    Ministro Nelson Jobim

    Ministro Aldo Rebelo

    Ministro Valdir Simão

    Walfrido Warde

    Aula 6

    Ascensão da esquerda lulista e os diálogos de Washington

    José Dirceu

    Aula 7

    A guerra contra o Brasil

    Jessé Souza

    Aula 8

    As Organizações Internacionais e o Poderio Americano

    Heloisa Villela

    Aula 9 Parte 1

    Exportação de integridade, a instrumentalização do combate à corrupção e o lawfare

    Walfrido Warde

    Aula 9 Parte 2

    Exportação de integridade, a instrumentalização do combate à corrupção e o lawfare

    Rafael Valim

    Aula 10 Parte 1

    Bolsonaro e Trump, Trump e Bolsonaro

    Reinaldo Azevedo

    Aula 10 Parte 2

    Bolsonaro e Trump, Trump e Bolsonaro

    Elaini Cristina Gonzaga da Silva

    Aula 11

    A redefinição da ordem global e a aliança Brasil-EUA

    Jamil Chade

    Aula 12 Parte 1

    As eleições estadunidenses de 2020 e as consequências para o Brasil

    Fernanda Magnotta

    Aula 12 Parte 2

    As eleições estadunidenses de 2020 e as consequências para o Brasil

    Mark Weisbrot

Walfrido Warde

Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, bacharel em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, Master of Laws pela Universidade de Nova York.

Doutor em Direito pela Universidade de São Paulo, quatro vezes pesquisador bolsista no Max-Planck-Institut für ausländisches und internationales Privatrecht, autor de dezenas de livros e artigos e autor do best seller “O espetáculo da corrupção”. Presidente do IREE.

Rafael Valim

Doutor e mestre em Direito Administrativo pela PUC-SP, onde lecionou de 2015 a 2018, atualmente é professor visitante na University of Manchester (Inglaterra), na Université Le Havre Normandie (França), na Universidad Panamericana (México), na Universidad de Comahue (Argentina) e acadêmico visitante no Institute of European and Comparative Law da Universidade de Oxford (Inglaterra).

Autor de dezenas de livros e artigos, publicados no Brasil e no exterior.

Aldo Rebelo

Aldo Rebelo foi Ministro de Estado nas pastas da Secretaria de Coordenação Política e Relações Institucionais (2004-2005), do Esporte (2011-2014), da Ciência, Tecnologia e Inovação (2015) e da Defesa (2015-2016). Foi secretário da Casa Civil do governo de São Paulo (2018).

Jornalista, presidiu a Câmara dos Deputados, relatou o Novo Código Florestal e foi deputado federal por seis mandatos pelo estado de São Paulo.

É autor dos livros: “CBF-Nike”, em coautoria com o deputado Sílvio Torres (2001), “Política de Defesa para o Século XXI” (2003), “Política Externa para o Século XXI” (2003), “Forças Armadas e Soberania Nacional”, uma reedição da coletânea com novos artigos de sua autoria sobre o papel das Forças Armadas (2003), “Reforma Tributária – Temas e Dilemas”, em coautoria com o professor Luís Antônio Paulino, da Universidade Estadual Paulista (Unesp-2008), Palmeiras X Corinthians 1945 – O Jogo Vermelho” (2009) e “Raposa Serra do Sol: o índio e a questão nacional”, coletânea de artigos (2010).

Alessandro Octaviani

Alessandro Octaviani é Professor de Direito Econômico da Faculdade de Direito da USP, ex-membro do Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), parecerista e árbitro, sócio-fundador de Octaviani Advogados.

É autor, entre outros livros, de “Estatais” (RT, 2019), “Recursos genéticos e desenvolvimento” (Saraiva, 2013) e “Estudos, Pareceres e Votos de Direito Econômico - vol. I e II" (Singular e Liberars, 2015 e 2017).

Antonio Delfim Netto

Antonio Delfim Netto é economista e professor emérito da Faculdade de Economia e Administração da USP. Foi Ministro da Fazenda Ministro em 1967 e 1974, da Agricultura em 1979 e Ministro Chefe da Secretaria de Planejamento da Presidência da República em 1979 e 1985. Foi também Embaixador do Brasil na França em 1975 e 1977 e Secretário da Fazenda do Estado de São Paulo em 1966 e 1967.

Delfim Netto foi Deputado Federal pelo PPB-SP, eleito sucessivamente em 1986, 1990, 1994, 1998 e 2002. Na Câmara dos Deputados exerceu a presidência das Comissões de Finanças e Tributação (em duas legislaturas) e de Fiscalização Financeira e Controle. De 2002 a 2006, foi titular da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio.

Em outubro de 2012, recebeu o título de Professor Emérito – Troféu Guerreiro da Educação, outorgado pelo CIEE, Centro de Integração Empresa-Escola, em parceria com o jornal O Estado de São Paulo. Tem vários livros publicados sobre economia brasileira e escreve semanalmente nos jornais Folha de São Paulo e Valor Econômico e na revista Carta Capital. Seus artigos são também publicados regularmente em cerca de 70 periódicos em São Paulo e em vários outros Estados.

Demétrio Magnoli

Demétrio Magnoli é sociólogo e doutor em Geografia Humana pela USP, conselheiro do Centro Brasileiro de Relações Internacionais e comentarista de Política Internacional da Globo News e colunista dos jornais Folha de S. Paulo e O Globo.

É autor de diversos livros como "Uma gota de sangue - História do Pensamento Racial" (Ed. Contexto), e "Liberdade versus Igualdade" (Ed. Record), "O Leviatã Desafiado" (com Elaine Senise Barbosa, Ed. Record) e "A Vida Louca dos Revolucionários" (Ed. Leya).

Foi professor da Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e comentarista da TV Cultura e colunista da Band News FM e revista Época.

Elaini Cristina Gonzaga da Silva

Elaini Cristina Gonzaga da Silva é graduada em Direito (2002), mestre (2007) e doutora (2011) em Direito Internacional pela Universidade de São Paulo (USP). Durante o doutorado, foi pesquisadora visitante do programa desiguALdades.net da Universidade Livre de Berlim e do Instituto Ibero-Americano (2010-2011) e bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (FAPESP) (2011).

É professora de Inserção Internacional do Brasil, entre outras disciplinas, do curso em Relações Internacionais da PUC-SP, onde é pesquisadora do Observatório de Relações Internacionais (ORI). Também é pesquisadora do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), onde desenvolve a pauta sobre política externa e democracia.

É autora do livro “Direito Internacional em expansão: encruzilhada entre comércio internacional, direitos humanos e meio ambiente” pela Editora Saraiva, co-autora do Livro “O Artigo XX do GATT, Meio Ambiente e Direitos Humanos” pela Editora Aduaneiras, além de inúmeros artigos. Tem experiência na área de Direito Internacional com análises sociojurídicas com ênfase nos conflitos entre economia e meio ambiente, direitos humanos e/ou gênero, bem como na relação entre política externa e democracia.

Fernanda Magnotta

Fernanda Magnotta é doutora e mestre pelo PPGRI San Tiago Dantas (UNESP / UNICAMP / PUC-SP). É especialista em Globalização e Cultura (FESP-SP) e bacharel em Relações Internacionais (FAAP).

Seus campos de interesse acadêmico são tradições e ideologias políticas e tomada de decisão dos Estados Unidos. Atualmente é professora e coordenadora do curso de Relações Internacionais na FAAP e atua como membro consultor da Comissão de Relações Internacionais da OAB/São Paulo.

É autora do livro "As ideias importam: o excepcionalismo norte-americano no alvorecer da superpotência" (2016) e de diversos capítulos de livro e artigos científicos. Foi chefe de delegação do Brasil na Cúpula de Juventude do G-20, na China, acompanhou as eleições presidenciais dos Estados Unidos em Ohio a convite do Consulado norte-americano em São Paulo e foi selecionada pelo Programa W30 da UCLA / Banco Santander como uma das 30 mulheres mais destacadas em gestão acadêmica no mundo. Contribui frequentemente com veículos da imprensa nacional e internacional comentando notícias sobre os Estados Unidos.

José Dirceu

José Dirceu foi Ministro-Chefe da Casa Civil da Presidência da República (2003-2005), Presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Deputado Estadual (1987-1991) e Deputado Federal por três legislaturas (1991-2005) por São Paulo.

Advogado, foi líder estudantil nos anos 1960 e, na Constituinte, foi membro efetivo das comissões do Poder Legislativo e de Sistematização, na qual atuou também como suplente.

Natural de Passa Quatro-MG, lançou em 2018 sua autobiografia "Zé Dirceu Memórias Vol. 1" (Geração Editorial), relatando sua trajetória desde o movimento estudantil, quando estudante de Direito da PUC-SP na década de 1960, seu período como preso político e exilado durante a ditadura civil-militar, até sua participação no governo do ex-Presidente Lula.

Mark Weisbrot

Mark Weisbrot é Co-Diretor do Centro de Pesquisa Econômica e Política em Washington, DC e possui Ph.D. em economia pela Universidade de Michigan. É autor do livro "Failed: What the 'Experts' Got Wrong About the Global Economy" (Oxford University Press, 2015), co-autor, com Dean Baker, de "Social Security: The Phony Crisis" (University of Chicago Press, 2000), e escreveu diversos artigos de pesquisa sobre política econômica.

Weisbrot escreve regularmente uma coluna sobre questões econômicas e políticas que é distribuída para mais de 550 jornais pela Tribune Content Agency. Seus artigos de opinião foram publicados no The New York Times, The Washington Post, Los Angeles Times, The Guardian e em quase todos os principais jornais dos EUA, bem como no maior jornal do Brasil, Folha de São Paulo. Contribui regularmente com comentários e entrevistas em programas de televisão e rádio.

Suhayla Khalil

Suhayla Khalil é doutora pelo Instituto de Relações Internacionais da USP, em 2015. Foi doutoranda-visitante na SciencesPo-Paris (2012) e no Instituto Universitario de Desarrollo y Cooperación (IUDC) da Universidad Complutense de Madrid (2013). É mestre em Estudos Estratégicos pela Universidade Federal Fluminense (2011), especialista em Relações Internacionais pela Universidade Cândido Mendes (2007) e bacharel em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2005).

Atualmente, ocupa os cargos de professora da pós-graduação da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP) e de pesquisadora do Núcleo de Direito Global e Desenvolvimento da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, onde trabalha no projeto FAPESP Direito e Relações Econômicas entre Brasil e China: Evidências Empíricas em Contraste.

Integrou a Comissão Assessora de Avaliação da Área de Relações Internacionais designada pelo INEP/MEC (2018-2019). Foi coordenadora do curso de graduação em Relações Internacionais da Universidade Paulista (2016-2018), editora da Revista Diálogos Africanos e pesquisadora do Observatório Político Sul-Americano (OPSA-IESP Uerj).

Valdir Simão

Valdir Simão é advogado e consultor em gestão pública e governança corporativa. Auditor-fiscal da Previdência Social e da Receita Federal do Brasil por 29 anos, ocupou vários cargos na administração pública, entre eles os de Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Ministro-Chefe da Controladoria Geral da União, Secretário da Fazenda, Presidente do INSS, Secretário-Adjunto da Receita Federal e Secretário-Executivo da Casa Civil da Presidência da República.

Doutorando em Estado de Direito e Governança Global pela Universidade de Salamanca e Master Universitário em Direção e Gestão de Sistemas de Seguridade Social pela Universidade de Alcalá, é palestrante e professor de pós-graduação.

Autor do livro “Manual de Sobrevivência do Administrador Público”(Trevisan, 2020)

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo é jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo. Foi redator chefe da revista Primeira Leitura e da revista Bravo! Foi editor de política da Folha de São Paulo, redator-chefe do jornal Diário do Grande ABC e publicou artigos no Jornal do Brasil. É colunista da Folha. Assinou um blog na versão online da revista Veja.

Apresentou o programa "Os Pingos nos Is", na rede Jovem Pan. É autor dos livros: “Contra e Consenso” (2005), “O País dos Petralhas” (2008), “Máximas de um País Mínimo” (2009) “O País dos Petralhas II” (2012) e “Objeções de um Rottweiler Amoroso” (2014).

Jessé Souza

Jessé Souza possui graduação em Direito pela Universidade de Brasília (1981), mestrado em Sociologia pela Universidade de Brasília (1986), doutorado em Sociologia pela Karl Ruprecht Universität Heidelberg, Alemanha (1991), pós doutorado em filosofia e psicanálise na New School for Social research de Nova Iorque, EUA (1994-1995) e livre docência em sociologia pela Universität Flensburg, Alemanha (2006).

Realizou diversos estágios pós-doutorais e, como Professor visitante, na Universität Bremen, Alemanha (1999-2000). Escreveu como autor e organizador 27 livros além de mais de 100 artigos e capítulos de livros em diversas línguas, sobre teoria social, pensamento social brasileiro e estudos teórico/empíricos sobre desigualdade e classes sociais no Brasil contemporâneo. É Professor titular da UFABC (Universidade Federal do ABC).

Mais recentemente publicou os livros "A tolice da inteligência brasileira", em 2015, e "A radiografia do golpe" em 2016, ambos pela editora Leya. Em 2017 publicou "Inequality in capitalist Soceties", pela editora Routledge, em co-autoria com Boike Rehbein e Surinder Jodkha e o livro "A elite do atraso: da escravidão a lava jato", Leya, 2017. Em 2018 acaba de publicar "A classe média no espelho", estação Brasil, 2018.

Heloisa Villela

Heloisa Villela é graduada em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e atua como correspondente internacional nos Estados Unidos há 32 anos. Foi correspondente do jornal O Globo, da TV Globo e da Rede Record, onde cobriu o terremoto no Haiti e duas eleições presidenciais americanas. Também acompanhou o processo de globalização, o golpe em Honduras contra Manuel Zelaya, e as estratégias dos Estados Unidos no projeto de Estado de manter seu domínio sobre a América Latina. Tem experiência nas editorias de política, economia, cultura, artes, medicina e esportes.

Jamil Chade

Cruzando fronteiras com refugiados, entrevistando vencedores do prêmio Nobel, cobrindo eleições, cúpulas de chefes de estado ou mergulhando em mega eventos esportivos, Jamil Chade tem testemunhado parte dos acontecimentos que marcaram os últimos 20 anos.

Com passagens por mais de 70 países, o jornalista paulistano é atualmente colunista do UOL e do Grupo Bandeirantes

De seu escritório na sede da ONU em Genebra, ele tem contribuído com veículos internacionais como The Guardian, El Pais, BBC, CNN, Le Temps, Swissinfo, CCTV, Al Jazeera, France24 e outros.

Chade é autor de outros cinco livros, dois dos quais foram finalistas do Prêmio Jabuti. Ele também venceu o prêmio Nicolas Bouvier, na Suíça, e foi eleito duas vezes como o melhor correspondente brasileiro no exterior pela entidade Comunique-se. Em 2020, o jornalista venceu o principal prêmio do ano da Associação Internacional da Imprensa Esportiva por suas revelações sobre a corrupção no futebol.